Os 5 fatores de ranqueamento que você precisa conhecer para chegar à 1º posição

Tempo de leitura: 3 minutos

Se você já está por dentro das técnicas de SEO, então você sabe muito bem que o Google estabelece alguns critérios (fatores de ranqueamento) para posicionar um site na tão sonhada primeira página.

Você conhece quais são esses critérios e como eles farão a diferença para o seu negócio este ano? Os fatores de ranqueamento estão sempre mudando, mas se você quer que seu site receba tráfego orgânico, então é preciso conhecê-los desde já.

Embora existam mais de 200 fatores de ranqueamento diferentes, nem todos foram divulgados. Mas existem alguns que são mais conhecidos entre os profissionais de SEO e marketing digital, os quais realmente podem ajudar no posicionamento do seu site.

Portanto, para você que está iniciando em SEO, separamos os principais fatores de ranqueamento que você precisa conhecer para posicionar o seu site. Vamos lá?

 

1. URL acessível

O primeiro fator importante para o ranqueamento de SEO tem a ver com a URL certa. É a partir da URL que os robôs do Google vão acessar, rastrear e entender o conteúdo das páginas do seu site. Para ajudar os bots, você precisará:

  • Um arquivo robots.txt informando ao Google onde ele pode e não pode procurar informações.
  • Um sitemap listando todas as páginas do seu site.

Além disso, o uso do certificado HTTPS é um fator importante. O Google informou que valoriza esse fator por conta da segurança oferecida pelo mesmo, a qual é capaz de promover transações online mais seguras aos usuários.

 

2. Uso de TAGs corretamente

A Title e H1 são extremamente importantes para um bom posicionamento no Google. A Title deve conter no máximo 65 caracteres e conter a palavra-chave principal no início da frase (mais à esquerda possível). E o H1 deve conter a palavra-chave.

 

3. Velocidade da página

A velocidade da página é um dos principais fatores de ranqueamento há anos.

E, para o Google que sempre quis melhorar a experiência dos usuários na web, páginas carregando de forma mais rápida definitivamente farão isso. Além disso, é importante que seu site também carregue rapidamente nos dispositivos móveis.

Use a ferramenta de testes do Google para ver como seu site está se saindo.

 

4. Conteúdo útil e relevante

Produzir conteúdo de qualidade também é um dos fatores de ranqueamento mais importantes. Os anos se passam e aquela frase antiga ainda se aplica: o conteúdo é rei.

Não basta somente inserir palavras-chaves dentro das páginas e, copiar conteúdo dos concorrentes, é extremamente proibido. Conteúdo útil e relevante é conteúdo original, com informações úteis e que, de fato, resolvam o problema do usuário em questão.

 

5. Compatibilidade com os dispositivos móveis

Estamos em uma era de mobilidade e a compatibilidade de um site com dispositivos móveis é um grande fator de classificação SEO.

O número de pessoas que usam dispositivos móveis para acessar a Internet é grande e, por esta razão, o Google realizou algumas mudanças (Mobile First Index) em seu algoritmo para classificar melhor seus resultados de pesquisa. Desta forma, páginas que se adaptam aos dispositivos móveis passaram a se posicionar melhor no buscador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *