10 principais erros que pequenas empresas cometem no Facebook

Tempo de leitura: 9 minutos

Facebook para empresa você provavelmente já ouviu falar que as empresas têm diversas oportunidades a explorar nas redes sociais. e o facebook, como a principal rede nos últimos anos, é um território onde sua marca precisa estar presente. Porém a maioria das empresas que estão começando a se comunicar por essa plataforma – pela falta de orientação ou de um profissional qualificado – acabam cometendo erros comuns e fatais, diminuindo assim a eficácia das suas publicações e em alguns casos até afastando um potencial cliente. Confira nesse artigo alguns desses erros que separamos para te ajudar a preveni-los quando for se comunicar no Facebook através da sua empresa.

01. Falta de planejamento e objetivo facebook para empresa

Por que você colocou sua marca no Facebook? Só porque “todo mundo está lá” ou porque realmente possui um objetivo e um planejamento, mesmo que simples, de como irá utilizar o canal. O planejamento é uma etapa essencial de toda ação de Marketing Digital. E a sua atuação no Facebook não foge desta regra. Antes de começar, elabore um plano de ação na rede para orientar suas ações e também daqueles que forem executá-las. Ah, você já começou sem planejamento? Planeje agora e recomece, nunca é tarde!

Quando um novo usuário chega à sua página, você precisa mostrar os benefícios que ele terá ao começar a segui-la, com um senso de exclusividade. Este objetivo pode ser atingido enfatizando conteúdos e vantagens que ele só encontrará no Facebook. Um ótimo recurso para estimular novas curtidas são os Like Gates, que exibem uma página diferente para usuários que ainda não seguem a sua página. Mencione seus diferenciais e seja convincente.

Um bom planejamento trata de estratégias e metas para obtenção de audiência, teor e frequência das postagens, forma de abordagem do público (em caso de interações positivas e negativas), entre outros aspectos.

02. Identidade visual (Não se preocupar com a aparência)

A primeira impressão é a que fica. O uso de uma identidade visual bem marcada padroniza a comunicação visual da sua empresa e agrega qualidade estética aos seus produtos e serviços na internet. Como o próprio nome já diz a identidade visual comunica ao público a identidade da empresa. É importante que sua empresa tenha uma identidade própria e que seja reconhecida com facilidade pelo público externo. O mercado tem se tornado cada vez mais competitivo e é preciso se destacar. Se você não investe em um visual diferenciado, dificilmente chamará a atenção do público.

Não é qualquer empresa que investe em visual no Facebook, por isso as que fazem sobem no conceito do consumidor. Detalhes como esse fazem toda a diferença e evidenciam que a empresa é uma organização séria e comprometida.

03. Demorar ou não responder usuários

A sua taxa e tempo de resposta mostram sua agilidade e consistência no serviço que você oferece. Quando um usuário não é respondido ele se sente do mesmo jeito que um cliente interessado entrando numa loja e não sendo abordado por nenhum vendedor. Por outro lado, quando você responde um cliente com rapidez, ele vai se sentir muito mais confiante em adquirir o seu produto ou serviço. Se quer usar as redes sociais para o seu negócio, é preciso entender que são canais de relacionamento, não é um monólogo e sim uma conversa. A empresa deve entender que ao abrir uma página no Facebook é porque está se colocando à disposição para conversar com o usuário. Se a marca não está preparada para essa conversa, é melhor não ter o canal.

04. Confiar em amadores

Deu para perceber que este não é um trabalho simples como alguns acreditam, certo? Então não cometa o erro de confiar a reputação da sua empresa na maior rede social do mundo a amadores.

Esqueça aquele “sobrinho que gosta de computadores”; este é um trabalho para profissionais. Você pode ter alguém especializado no assunto dentro da sua empresa ou contratar uma agência. Tudo depende da demanda e da sua verba.

05. Focar em vendas

Se você utilizar sua Fanpage da mesma forma que o caminhão da pamonha usa o megafone na rua, acredite, as coisas não funcionarão.

As pessoas não curtirão sua página para ver ofertas de produtos. Isto elas podem ter acessando seu site e fazendo uma pesquisa. Você só criará uma base sólida de seguidores no Facebook para empresa se oferecer ao público conteúdo relevante, seja dentro do seu segmento, seja para o estilo de vida do seu cliente.

A estratégia aqui é ser leve, divertido, relevante e útil. Isto criará empatia entre a sua marca e o público. Esta empatia lhe renderá mind share e, aí sim, no momento em que seu cliente quiser realizar uma compra, a tendência é de que sua empresa esteja entre as primeiras a serem lembradas.

Caso você queira fazer uma ação focada em vendas de forma mais imediatas, utilize o Facebook Offers (Anúncios de oferta). Soará menos invasivo e criará um senso de urgência que ajuda a despertar interesse.

06. Confundir perfil com página

Um erro bastante comum entre as pequenas empresas é criar um perfil e não uma página para a empresa. A diferença básica é que os perfis são voltados para pessoas e as páginas têm características especiais para negócios. Muitas empresas quando entram no Facebook criam perfis, que têm limitações de aplicativos e seguidores.

Para fazer sua página, há um passo a passo dado pelo próprio site que ajuda a aproveitar melhor as funcionalidades. Você precisa escolher uma categoria e um nome, além de inserir o logotipo ou outra imagem como foto principal. É nesta etapa também que o empresário inclui suas informações de contato.

07. Só anunciar produtos ou promoções e não fazer posts criativos!

Já reparou que algumas pequenas empresas só pensam em publicar promoções? Epa, se você faz isso, está mais do que na hora de pensar em outros posts criativos. Lembre-se que o ponto crucial do Facebook é o conteúdo.

Então, se você deseja criar um relacionamento com seu cliente, a informação é muito importante. O conteúdo deve ser relevante para o consumidor.

As fotos e os vídeos geram mais empatia, ou seja, causam mais emoção nas pessoas. No entanto, se você produzir um conteúdo mais lúdico, ele renderá mais curtidas e compartilhamentos.

Por isso, é importante fugir da tentação de postar apenas promoções, produtos ou aqueles textos enormes. A dica de ouro aqui é a seguinte: para cada 5 posts de conteúdo, você faz 1 sobre o produto. A ideia é sempre sugerir e dar dicas, mas cuidado! Nada de cansar o usuário, ok?

Você não pode simplesmente falar sobre o produto, mas pense também em assuntos que têm a ver com sua pequena empresa e temas que envolvam o consumidor. Dessa maneira, você vai conseguir novos usuários.

08. Abandonar a página

Esse é um dos erros mais fatais que você pode cometer. A sua empresa tem que estar em constante comunicação com o seu público. Na hora de adquirir um serviço ou produto que você oferece, o seu público irá se sentir muito mais seguro em optar por quem esteve mais “presente” no dia a dia do Facebook, passando informações e mostrando mais segurança e dedicação, além disso, há o risco de não responder as reclamações e isso dar a impressão de que a empresa não dá importância aos clientes.

A mesma sensação acontece quando você é atendido bem por um vendedor em uma determinada loja, você irá lembrar do vendedor e irá escolher aquela loja para comprar devido ao atendimento prestado, afinal, você vai lembrar daquela loja mais do que das outras. Você se manter visível – da maneira correta – para o seu público constantemente no Facebook, para que ele possa ter você como referência na hora de contratar ou comprar um serviço ou produto que você oferece. Outro problema é criar a página e deixá-la desatualizada. Se tem presença na rede, deve mantê-la ativa e viva. Muitas empresas simplesmente criam o canal com a configuração inicial e depois abandonam. Para manter esse canal eficiente, é importante desenvolver conteúdo e promoção.

09. Não respeitar a opinião dos seus clientes

Com certeza esse é um dos principais erros cometidos pela empresa, problema que com 10 segundos de reflexão poderia ser evitado.

Antes de publicar algo no canal, reflita: eu colocaria isso em um outdoor para todo mundo ver? Falaria isso pessoalmente para o meu consumidor? Bom senso é fundamental e esses 10 segundos de reflexão pode ser essencial. O usuário é cada vez mais exigente e uma palavra, uma imagem ou um vídeo mal interpretado pode provocar uma crise com enormes prejuízos para a empresa.

Não sature sua base de fãs com um volume exagerado de postagens. Se você exagerar, os usuários podem começar a ocultar suas publicações ou mesmo deixar de curtir a página. Mas por outro lado, se postar muito pouco, seu alcance orgânico será muito pequeno e você não será visto. Avalie postar em torno de 4 vezes por semana, sempre procurando ser relevante e incluindo links externos para complementar a informação.

10. Valorizar as métricas erradas

Facebook para empresa

Finalmente, não adianta ser aficcionado por métricas sem entender o que cada uma delas realmente representa. De que adianta ter 10 mil fãs no Facebook para empresa se somente os seus amigos e funcionários interagem com as suas postagens? Além disso, o que as métricas te indicam sobre o que realmente importa, que são as vendas? O primeiro item abordado, planejamento, lhe dará todas essas respostas.

Quando utilizar o Facebook Offers, lembre-se também de rastrear de forma isolada no Analytics as visitas provenientes desta campanha, assim terá a medida de quanto retorno consegue obter em vendas diretas a partir da rede.

Conheça um pouco dos nossos serviços de Gerenciamento de Redes Sociais, solicite uma Consultoria Gratuita Clicando Aqui, será um prazer ajudar sua empresa a se comunicar de forma correta e efetiva na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *